O meu primeiro penso higiénico reutilizável

Por Anouk - maio 28, 2020

penso higiénico reutilizável - tropa do batom

Tal como a maior parte de vocês, sempre usei pensos higiénicos descartáveis. Quando ouvi falar pela primeira vez em pensos higiénicos reutilizáveis, a minha reação foi (quase de certeza) exatamente igual à que vocês estão a ter agora desse lado: "Whaaa?". Comecei logo a imaginar um filme de terror, onde vampiros e vampiras faziam um festim de sangue, e este jorrava por todos os cantos e escorria pelas paredes. Bloody, right? (em minha defesa... eu vejo alguns filmes de terror, eheheh)

Depois, a ideia dos pensos reutilizáveis começou a assentar e a Greta em mim decidiu começar a averiguar mais sobre o tema. Comecei a pesquisar e procurar testemunhos online. Após pesquisa, descobri alguns posts de outras bloggers que já tinham experimentado (ex: O meu Útero e Ecological Kids) e mencionavam mil e uma maravilhas de como os pensos higiénicos reutilizáveis, não só fazem diminuir as dores menstruais (pela ausência de químicos), como também não é nenhum bicho de sete cabeças de lavar (bem sei que não soa muito bem esta ideia de lavar pensos).

Spoiler alert! Se estão à espera de uma experiência totalmente blood free, então isto não é para vocês =) . Claro que há sangue envolvido. E na lavagem estará sempre presente. Por isso, se tens nojo do teu próprio período, provavelmente esta não será a melhor solução para ti. Mas, se tens uma open mind, lê até ao fim, investiga sobre o tema e, se decidires experimentar, depois deixa o teu feedback.

Decidida a experimentar um penso higiénico reutilizável, encomendei um do site Pegada Verde. Tal como os descartáveis, há vários tamanhos, para vários fluxos. Eu encomendei o equivalente a um penso "noite" (portanto, um daqueles que vai do umbigo até ao rabo, eheheh), mais precisamente este. Não é dos mais baratos e eu até tinha visto uns mais em conta da marca Charlie Banana, que até vêm logo em packs, mas decidi encomendar o da Pegada Verde por serem feitos cá em Portugal e à mão. Temos todos que tentar contribuir para a nossa economia, não é?

A encomenda foi entregue ao fim de 2 dias e estava tudo OK. A primeira coisa que fiz foi colocar o penso na máquina de lavar roupa, para poder depois usar.

Quando veio o período, estava muito curiosa para experimentar a nova aquisição (já há muito tempo que não ficava tão contente por ter o período... parecia uma criança com um brinquedo novo, eheheh). E experimentei. Como só comprei um, decidi experimentar no dia de maior fluxo... para tirar logo as teimas todas, e vou tentar responder às perguntas mais frequentes com base nessa utilização.

É confortável?

Não notei grande diferença face aos pensos "noite" que já costumava usar. Ou seja, é grosso também, mas não achei que fosse incomodativo por ser de tecido. Na verdade, não senti grande diferença neste ponto face aos descartáveis

É absorvente?

Tal como disse anteriormente, utilizei no dia de maior fluxo. Fiz uma utilização praticamente igual à que faria com um descartável e utilizei-o durante cerca de 8h seguidas. Não houve qualquer sujidade que passasse para a roupa, sensação de desconforto ou nada que se parecesse. Foi uma boa experiência.

O cheiro é igual?

Sabem aquele cheiro a "podre" dos pensos descartáveis ensanguentados? Pois é, neste isso não existiu. Não tem aquele cheio nauseabundo e isso foi talvez a maior diferença que eu notei face aos descartáveis.

E a tão temida lavagem?

Chegámos se calhar ao ponto mais importante deste post :) . O que vos posso dizer é que não sou uma pessoa que goste de ter trabalho desnecessário. Durante a pesquisa que fiz, lembro-me de ler algures que alguém fazia a pré-lavagem dos pensos usados durante o duche (para poupar água e tempo). Eu gostei da ideia e fiz o mesmo. Naturalmente que sai sangue durante a pré-lavagem, mas tirando a maior, depois é só colocar na máquina a lavar normalmente (eu costumo fazer lavagens a 40º).

Estava ansiosa para ver como saía o penso da lavagem para ver se este ficava manchado, mas saiu OK. Em suma, o que posso dizer é que a lavagem não foi nada de outro mundo e não me obrigou a andar a esfregar o penso como se estivesse a lavar uma peça de roupa no rio (já lá vai o tempo, não é?).


Em suma, só tenho a dizer bem do meu primeiro penso higiénico reutilizável. O que mais notei nesta minha 1ª experiência foi a diferença no cheiro. É enorme. Não posso para já falar de não ter dores menstruais, porque como só experimentei uma vez num dia, não consegui ter essa percepção. Mas parece-me ser uma excelente alternativa para quem se preocupa com o ambiente e com o desperdício.

Curiosas? Experimentem e contem-me tudo.

Para quem quiser conhecer outras alternativas, podem ler este post que escrevi sobre alternativas aos pensos higiénicos descartáveis.

Até já,
Anouk

  • Partilha:

Poderás também gostar

5 comentários

  1. Ai, não conhecia e acho que não tenciono conhecer :x na parte do periodo sou uma tacanha ainda :P Contudo é bom saber das opcoes porque, por vezes, sinto alguma alergia com os pensos higiénicos. Se a coisa piorar já tenho alternativa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah. Como eu te percebo.. a primeira vez que ouvi falar disto também não me cativou minimamente. Ficas a conhecer... Quem sabe se no futuro tens curiosidade de experimentar... 😘

      Eliminar
  2. Olá Anouk,

    Neste momento não preciso deste "acessório". Mas, nos meus primeiros anos menstruada, os pensos higiénicos eram um bem muito escasso. Usávamos toalhinhas de algodão.

    A juventude que anda toda preocupada com o planeta devia ler este texto. Obrigada.

    Beijinhos.
    Liliana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Liliana,
      Obrigada pelo teu comentário. Tenho bem noção que há coisas que estão a voltar ao "antigamente", até porque já uns bons anos atrás havia menos desperdício (em geral).
      Se todos contribuirmos um pouco, acredito mesmo que podemos fazer melhor pelo planeta.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Uau! Não tinha pensado sobre isso. Uma amiga usa o copo mas a mim não me convence. Vou ver os pensos! Obrigada pela dica!

    ResponderEliminar