Quando o destino nos puxa o tapete

Por Maria - janeiro 27, 2020



Quem nunca sentiu que a sua vida foi alterada de um momento para o outro?    Quem nunca viu o seu mundo dar uma volta de 180 graus ou mais?

E que de repente,  do nada tudo muda...

Aquilo que nós pensávamos ter certo e de alguma forma ser parte da nossa rotina e vida.. deixa de fazer parte...  Seja pessoa(s),  relação,  trabalho,  estabilidade,  bens,  etc...

E O QUE FAZER,  QUANDO O DESTINO NOS PUXA O TAPETE?

Dependendo da situação,  é claro,  cada caso é um caso...  Mas acho que passamos por algumas fases digamos interessantes...  Às quais,  infelizmente,  me sinto familiarizada.  Passo a descrever :


  • FASE DA RECUSA

Nesta fase temos uma recusa (não sei bem adjectiva-la. Se é imaginária,  se é inconsciente...)  em que nos sentimos dentro de uma bolha,  como se fosse um sonho/pesadelo e que esperamos intensamente que passe e que volte tudo como era;


  • FASE DA REVOLTA

Quando 'acordamos'  e constatamos que sim,  está mesmo a acontecer..   Ficamos incrédulos...  Como?  Como é que isto aconteceu??  COMO???? Não pode... Não é possível...  É nesta fase que perdemos o controle...  Em que nos apetece partir tudo e todos...  E até por vezes a nós..


  • FASE DA DEPRESSÃO

Questionamos,  a nós e por vezes a algo superior o porquê?  Porquê a mim?
Também identifico esta fase como a fase da autocomiseração...  Ou seja,  onde sentimos pena de nós próprios e nos fazemos de coitadinhos...  (há muita gente que nunca sai desta fase...);


  • FASE DA ACEITAÇÃO

Esta fase já exige,  na minha perspectiva,  alguma maturidade...  Pois temos de ACEITAR uma condição que não nos é favorável e só uma pessoa madura e de alguma forma humilde,  o consegue fazer..   - de ressalvar que é necessário assimilar esta fase para passar para a seguinte...


  • FASE DA LIBERTAÇÃO/ADAPTAÇÃO

Como referi anteriormente só com a nossa aceitação do sucedido é que conseguimos seguir em frente...  Não digo esquecer...  Digo assimilar,  aceitar,  adaptar e avançar...

Posso dizer que já passei por todas estas fases e mais que uma vez...  E que nunca é fácil...  Apesar de não ser estreante,  todas as vezes doem...  E até parece que doem cada vez mais...

Acho que ter consciência delas também ajuda.  Por isso bora lá!  Respira fundo,  avança para cada fase,  assimila e  atira-te à viagem da vida...

É fácil?  NUNCA!!!
É possível?  SEMPRE!!!

POR ISSO FORÇA E CORAGEM

Be Happy
Maria


P. S. -  As fases são sempre mais fáceis se tivermos ao nosso lado um apoio amigo e/ou  familiar... 

  • Partilha:

Poderás também gostar

4 comentários

  1. A palavra chave é mesmo " Adaptação "!!!

    ResponderEliminar
  2. Nós mulheres somos de veras, uns seres muito resilientes. Tudo superarmos, porém temos que estar atentas aos sinais do nosso corpo quando precisamos parar. Sempre aqui amiga 😉♥️😘

    ResponderEliminar