Pessoas tóxicas. Conhecem alguém?

Por Carolina - julho 14, 2020



Olá gajas boas! Saudades vossas...

O meu último post foi acerca de um assunto que ultimamente me tem dado muito em que pensar e que me arrelia constantemente. 
Depois de ter feito alguma investigação online, descobri que tenho uma relação próxima tóxica.

E o que é que eu entendo como relação tóxica? 
Pessoas com quem temos uma relação, seja em casa, no trabalho, amizade, família próxima ou não próxima, etc., que tem controle sobre nós e manipulam as nossas emoções, no sentido de nos deixar confusos, a sentirmo-nos insignificantes ou de nos causar instabilidade ou insegurança. Estas pessoas fazem-nos questionar, o que está errado connosco, com a nossa maneira de ser, com os nossos valores, a nossa personalidade e acima de tudo o nosso valor como indivíduos.
O objetivo da pessoa tóxica é que acreditemos que estão acima de nós e que temos muita sorte em tê-los na nossa vida, mas na realidade não nos trazem qualquer benefício e pensam sempre, primeiramente, na mais valia para si próprios.

Identificar que isto nos está a acontecer, para mim levou algum tempo, primeiro pela minha ingenuidade, segundo pela oportunidade que dei para ser um engano ou de dar oportunidade a pessoa de se redimir, e terceiro foi a pesquisa que me levou a lá chegar.
Também vos digo, nao é uma coisa mega grave - foi solução rápida, mas é uma desilusão e a surpresa pela negativa. E que, basicamente nos faz eliminar essa pessoa porque na realidade não há qualquer contribuição dela para o nosso bem.
E o que me leva a pensar na toxicidade e:

Para perceberem a personalidade, e eu tenho a esta pessoa como uma pessoa humilde, pouca cultura geral (9o ano), nunca saiu da aldeia onde nasceu, casou e trabalhou toda a vida também. Emocionalmente completamente ignorante: em princípios de vida, em valores, não podemos dizer: “de louvar, epa, boa pessoa!”.

1. Pensa sempre que tem razão

2. Critica, julga e provoca

3. Ignora a minha contribuição em determinado assunto

4. Finge ser boa pessoa, mas não e genuíno

5. Egocêntrica

A prioridade são os seus interesses ou as suas necessidades e não existe qualquer compaixão ou empatia para com os outros.

6. Competição (negativa claro)

7. Não respeita as escolhas efetuadas por mim

8. Desdenha a minha família/ raízes

9. Substimar opiniōes, decisões e acções

10. Complexo de martir e/ ou vítima


A minha reação para com este comportamento era sentir que a qualquer momento uma bomba podia ser atirada, dentro dos 10 pontos que referi, havia sempre qualquer coisa. E a minha reação, era tentar agradar ou defender-me, e ultimamente, querer sentir-me invisível quando a pessoa estava por perto, para nao ter que lidar com qualquer comentário que viesse a voar.
Decidi cortar o contato assim que me apercebi o que estava a acontecer e das repercuções em mim. Mas é uma pessoa que tenho na minha vida e de vez em quando terei que enfrentar a situação, mas por breves momentos.

Mas é como a minha mãe diz: - É como as estrelas: quanto mais longe mais brilha :D

Ninguém é mais que ninguém. E ninguém se deveria impor desta forma. Ninguém tem o direito de me fazer sentir menos que alguem, e quem tenta, no meu caso é eliminado do meu circuito (coração), não tenho paciência, nem tempo.
Estamos aqui para ser felizes - como alguem dizia!!! :D
Mas por outro lado como li num artigo: se não fossem as pessoas tóxicas, estariamos todos sempre muito confortáveis neste mundo e não seriamos desafiados - e outra perspectiva. Eu preferia que não existissem, mas também as moscas têm uma função neste mundo…

E vocês mais alguém com relações tóxicas na família, ou com amigos, colegas de trabalho etc? Partilhem :)

Beijinhos
Carolina

x

  • Partilha:

Poderás também gostar

2 comentários

  1. Epah Carolina... sincronicidade! Estava a precisar de ler isto. Já seja porque tenho algumas pessoas assim em meu redor e não tinha pensado sobre o assunto, já seja porque compreendi que ás vezes a toxica sou eu. Excelente tópico de introspeção! Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostaste! É sempre bom um bocadinho de introspecção, como dizes, e restabelecermos os nossos ideias caso nao estejam alinhados com os nossos objectivos, sejam eles psicológicos, fisicos, etc. Beijokas

      Eliminar