(Re)aprendi a desfrutar do sexo

Por Maria - maio 17, 2020

ser sexy - tropa do batom

Num post anterior abri uma porta para um lado mais íntimo de mim... Revelei coisas que nunca tinha revelado desta forma. É certo que em conversas com as minhas gajas já tinha tocado em certos pormenores, mas nunca de forma estruturada e que me levasse a querer ir mais além... Tenho vontade de partilhar a minha intimidade com vocês... E curiosidade em saber se sou a única a ter estes pensamentos e a sentir certos desejos e certas sensações...

Como confidenciei no post anterior, eu gosto de usar todos os nossos sentidos na arte da sedução... Mas não fico por aqui, também gosto de os trazer para a minha cama. E estou cada vez mais sensível e habituada a que assim o seja.

Gosto de ver o meu corpo e o do meu homem numa dança erótica; gosto de sentir o seu peso em cima de mim, gosto do seu cheiro; gosto do sabor salgado do seu beijo quente e molhado e amo ouvir o seu grito de prazer... e a sua voz doce a dizer que me ama quando o meu grito também é solto.

Mas, ultimamente o que também muito prazer me tem dado é explorar... explorar, explorar e explorar... E como eu gosto de explorar.. 

Gosto e acho que vale a pena explorar:

A paixão

Nem sempre está activa e  normalmente é no início da relação que tem a sua fase exponencial, o auge. Quem não se lembra das  borboletas no estômago, as pernas bambas, a excitação sexual só de pensar no parceiro, o desejo, a tesão... como diz a anouk, "parecíamos coelhinhos... Sempre a pinocar". Mas a verdade é que vai amolecendo.. e é por isso que a tenho explorado diariamente, e tem dado resultados. Como? por tudo o que já disse antes: a tocar, a ouvir, a falar, a beijar...

O beijo

Relembro o meu 1º beijo com o meu companheiro, tão tão intenso... carregado de paixão, de desejo, de entrega. Foi um beijo explosivo que naquele momento nos despiu de barreiras e onde entregámos tudo um ao outro. Ali soubémos que pertencíamos um ao outro, para sempre.

Durante algum tempo esse beijo esteve adormecido e até acho que o apagámos do nosso consciente e até sou capaz de reconhecer estava ... STOP! Vou parar!!

ERRATA: comecei por escrever uma perspectiva romântica, mas não é isso que pretendo para este post, por isso, perdoem-me, vou passar à versão atrevida: Vamos lá começar! 

Na cama - gosto e acho que vale a pena explorar:

A paixão

Gosto de o agarrar, de o puxar contra mim. Gosto quando apertamos os nossos corpos nús um contra o outro e nos abraçamos com toda a força. Quando os braços não querem largar e as mãos tendem em percorrer todo o corpo. É aí que sinto a paixão, a nossa química. A nossa tesão dispara como uma descarga eléctrica por todos os nossos poros, e falo no plural porque sei que ele sente o mesmo. Ambos queremos avançar e entregarmo-nos, mas o que sentimos é tão bom, é tão forte e estimulante... e aguentamos e prolongamos... ---EXPLORA!

O beijo

Como eu gosto daquele beijo. Aquele! Vocês sabem? Aquele beijo que nos desarma; aquele beijo com tudo. As nossas línguas dançam num compasso só delas. Eu sou toda dele! Ele é todo meu! Este beijo provoca-me um calor, uma sensação de pertença e de entrega... este beijo deixa-me faminta de mais, de muito mais; ---EXPLORA!

Preliminares

Como gosto de jogar estes jogos íntimos, quer os psicológicos como os  corporais e que me despertam aquela excitação sexual. São eles que aquecem o meu corpo para a viagem. Não os dispenso! Poderá passar desde uma simples massagem, a uma mais sensual e erótica, a um strep tease, lapdance entre muitos outros. Mas como estou na versão atrevida vou falar dos mais eróticos e sexuais. Começo por uma palavra constrangedora para muitos, mas que, felizmente, cada vez mais livre de preconceitos, a masturbação. Poucos são os que falam da prática da masturbação e muitos os que a dispensam, mas que tenho a certeza que dão muitas alegrias: a eles e a elas, em conjunto ou individualmente, versão egoísta ou solidária. Outra acção sexual que desperta muitos prazeres é o sexo oral e também ele, de alguma forma menosprezado, mas não menos importante e que, quando praticado, nos transporta para uma outra dimensão, a quem faz e a quem recebe.. e se for em simultâneo? O famoso 69? Êxtase total..

Poderia prolongar este ponto, pois há muito para dizer, mas resumindo, é dedicar tempo ao parceiro e ele a ti... Tento não prescindir desse tempo, pois traz uma recompensa muito positiva.  Sabiam que ao enfatizar os preliminares estamos a aumentar a relação sexual?  Eles fazem parte do caminho para o prazer e são essenciais tanto para ele como para ela... e para um bom proveito da relação sexual . ---EXPLORA! EXPLORA!!


Diversificação

Muda, alterna, inventa, surpreende... Não deixar que a rotina se instale na cama. E às vezes é isso mesmo: sair da cama, ir para o móvel, ou na sala com a lareira acesa ou atacar a meio de um filme. Experimentar coisas novas, desde novos locais, divisões, situações, posições, brincadeiras e brinquedos. - hum! Um tópico interessante a desenvolver.

Eu e o meu amante ( neste post faz todo o sentido chamar o meu amor assim) na altura em que a nossa chama estava a ficar mais fraca decidimos começar a tomar banho juntos... tão bom! Já não me recordava de como gostava do corpo dele e das sua linhas. Ali senti-me novamente atraida por ele, ou melhor, ali recordei a minha atracção por ele e como o corpo dele combina com o meu.... só de relembrar as mãos dele a escorregar no meu corpo fico maluca. O resultado foi surpreendente. E acho que às vezes é mesmo isso: surpreender para ser surpreendida. No outro dia encostei-me a ele na casa de banho, agarrei-o e mostrei-lhe a minha roupa interior e perguntei-lhe: gostas dela para logo à noite? E obtive a seguinte resposta: "Porquê esperar?" e acho que não é preciso relatar mais...  foi uma rapidinha inesperada e maravilhosa... Por isso: EXPLORA! EXPLORA! EXPLORA!

A rotina não se instala só a nível social, laboral, familiar, etc...ela também se instala na nossa vida sexual, e infelizmente, grande parte das vezes é a que merece menos atenção. Muitas vezes no meio de tanto cansaço nem nos apercebemos que é sempre igual e repetitiva (na melhor das hipóteses). Diversifica! Dedica tempo, sente, procura... Explora! Explora tudo! A tua sensualidade,  a paixão, o beijo, os preliminares, a tua imaginação, a tua criatividade... O que te faz feliz, mas explora!

Be happy
Maria

  • Partilha:

Poderás também gostar

2 comentários

  1. Concordo com tudo! E por vezes não há melhor preliminar que uns beijos quentes, demorados. Uma sessão deles ahah. Adoro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma sessão de beijos, muito bom! Realmente o beijo é também um dos meus veículos preferidos para a minha entrega... É neles que sinto o amor e desejo do meu parceiro.. obrigada beijinhos

      Eliminar