O lado atrevido do sexo – Brinquedos e experiências

Por Maria - junho 18, 2020

Para os curiosos, para os tímidos e para os mais aventureiros…

sexo brinquedos - tropa do batom

O sexo tem várias caras, vários protagonistas, vários caminhos, vários… vários… vários… é um mundo ilimitado de sensações, de experiências e de entregas. É inegável que a sexualidade tem tido uma evolução brutal nos últimos tempos e que este despertar é consequência da própria evolução dos factores que a influenciam directamente: dos sociais, religiosos, monetários, culturais, psicológicos e até da própria época em que é vivida… e inevitavelmente o sexo ganhou uma nova perspectiva, quer na forma como se vê quer na forma como se vive…

Há uma nova liberdade sexual! Há uma curiosidade tenaz e uma procura de novas sensações e de desafios sexuais… quer individualmente quer em casal… Há um despir de preconceitos aliado a uma oferta de produtos super variada! E uma comodidade e anonimato na aquisição destes e que ajudam no seu acesso..

Relativamente ao uso dos ditos brinquedos eróticos algumas ideias vêm automaticamente, como as velas perfumadas, lingerie simples ou específica com aberturas específicas, os óleos, os preservativos com sabores, as vendas, algemas, chicotes…

Mas e se formos mais além? Se considerarmos os outros? Aqueles onde a audácia por vezes espreita mas que a vergonha não o permite? Aqueles que nos transportam para um mundo mais carnal? Mais intimista com o nosso sexo e com o do parceiro? Aqueles que muitos ainda não ousam… 

Vamos brincar?

Os brinquedos

Começo pelos dildos e os vibradores- sabem qual é a diferença?

Dildos

Basicamente o dildo tem o formato do órgão sexual masculino e não vibra. Digamos que é uma versão simplista para a estimulação;

Vibradores

Têm a opção de vibrar e podem ser em vários formatos, normalmente a pilhas ou a bateria; Existem vibradores vaginais, os anais, os anéis com vibradores, existem rotativos com estimulador clitoriano, vibradores por controlo remoto ou por smartphone, a lista é infindável;

Lubrificantes

Totalmente indispensável para quando a lubrificação natural é menos abundante, e não só. E temos taaanto por onde escolher... temos à base de água, de óleo e de silicone; temos frios, quentes, para combinar entre ele e ela; comestíveis, com sabores... É só escolher qual se adequa a cada ocasião, inclusivé ajuda à iniciação de certas práticas... ;)

Plumeiro 

É tipo um penacho, uma pluma, servem para acariciar zonas erógenas, basta o seu deslize para a pele ficar toda arrepiada;

Plug anal

Ajudam a quem quer iniciar-se no sexo anal, mas também completam o prazer sexual durante a relação tradicional, podendo ajudar a atingir orgasmo. É composto por uma base, o pescoço e o corpo; A evolução no tamanho depende do conforto do usuário;

Bolas Kegel 

Já ouviram falar dos exercícios de Kegel? Eles fortalecem os músculos vaginais, principalmente os que se contraem quando atingimos o orgasmo. E estas bolas vão também actuar nestes músculos, exercitando-os. Normalmente são 2 bolas que são introduzidas na vagina e um fio que fica no exterior. São estimulantes e existem com tamanhos diferentes… Pode-se usar terapeuticamente ou como estimulante sexual, não é aconselhado ultrapassar períodos superiores a 15/20minutos;

Estimuladores do clitóris

Dedeiras, massajadores e sugadores – Existem em diversos formatos e com variados tipos de vibração, e como os nomes indicam: as dedeiras colocam-se no dedo, os massajadores estimulam através da massagem e os sugadores através da sucção. E para quem não se decide, já existe a união de 2 no mesmo aparelho podemos escolher ser massajada, sugada ou ambos;

Cuecas vibratórias 

(também podemos incluir na parte da estimulação do clitóris) são cuecas aparentemente normais mas com uma banda vibratória que poderá ser acionada à distância, conseguem imaginar?

Anéis penianos 

Normalmente são utilizados para retardar a ejaculação do homem, mas alguns possuem um minivibrador que quando em contacto com o clitóris da mulher também a beneficia com prazer –no entanto deverá de ser utilizado cautelosamente pois poderá prejudicar a vascularização do pénis (também existem para os testículos);

Grampos mamários 

Apesar do nome causar logo uma reação menos positiva, estes aparelhos podem proporcionar muito prazer. Sabiam que se pode ter um orgasmo só com a estimulação dos mamilos? Inclusive, existe o orgasmo do mamilo... Só novidades, não é? Quanto aos grampos mamários o mercado também tem sido generoso, pois são variadas as ofertas: temos grampos estimuladores, grampos que vibram, os que dão pequenos choques eléctricos e também os de sucção que reproduzem os movimentos dos lábios;

Bomba vaginal 

Nome interessante, correcto? Ideal para quem dificuldade em ficar excitada. Através do processo de sucção e de estimulação da vulva e do nosso amigo clitóris o prazer é garantido. Quem usou diz que é indescritível e que não há nada como a primeira bombada... 
- ...

Oh minhas amigaszzz, tanto por onde escolher… e tanto por explorar e aproveitar… E, acreditem, que mencionei apenas uma pequena parte do que há disponível para brincarmos sexualmente, e fi-lo como uma novata curiosa, bem não totalmente em tudo...  ;)

As Experiências

E agora que temos o material, como tirar proveito? Que tipo de experiências poderemos fazer para atiçar a nossa vida sexual? Para alternar com o sexo baunilha (determinação dada ao sexo convencional)? Acho que basicamente é despirmo-nos de preconceitos, pegar no “material” e usar a imaginação.

Para além daquelas que já fazem parte do nosso quotidiano sexual e que já estamos familiarizados (seja por fazer ou de ouvir), como o assistir a um filme erótico, os dados sexuais, o strip-poker, os olhos vendados e o uso de noutros acessórios mais comuns, cordas, algemas, etc… Existem outras que só as imaginámos, que fazem parte das nossas fantasias e outras que nem sequer nunca as ouvimos falar... Darei mais algumas sugestões, algumas na primeira pessoa, outras (ainda) não… ;)

Fazer um filme 

Confesso que já o fiz e que quando o visiono com o meu parceiro na nossa intimidade dá-nos uma outra perspectiva… também muito interessante. É um pouco similar ao utilizar um espelho grande onde vamos visionando os nossos movimentos, mas no filme o sabermos o que vai acontecer já nos causa prazer. É um excitar por antecipação…

Sexo virtual 

Esteja ele longe ou perto, noutra cidade ou na divisão ao lado. Que tal aceder a uma vídeo chamada e dar prazer ao parceiro enquanto nos estimulamos a nós? Com ou sem brinquedos;

10 minutos e troca  

Com o relógio ao lado e dispomos de 10 minutos para fazermos o que quisermos ao nosso companheiro, depois troca, ou a seguir ou num outro dia;

Submisso/Dominador 

(versão light)- podemos usar o ponto anterior como um aquecimento. Mas o importante é definir o papel pretendido e acordar alguns limites com o parceiro. Ao submisso cabe a função de acatar e de satisfazer os desejos do companheiro, e ao dominador é tempo de realizar fantasias e quem sabe alguns fetiches.

Voyeurismo/ exibicionismo 

Aqui também poderão definir papeis, o exibicionista e o voyeur, onde um exibe a sua nudez e possíveis práticas de masturbação e onde o voyeur só poderá observar… pelo menos até ser autorizado a tocar... É uma prática estimulante para ambos e onde o desejo é crescente e, penso que se levada a limites mais provocadores é bastante explosiva;  - Em relação ao voyeurismo também se pode mencionar um elemento do casal tirar prazer ao observar o par em situações sexuais com um terceiro elemento, sem interferir-
-...

à Agora menciono alguns que implicam outro tipo de exposição e que por isso são, digamos menos explorados. São experiências onde o conforto, a intimidade e, de alguma forma, a relação do casal é colocada à prova. É algo que não é restrito ao nosso quarto e que implica outro tipo de exposição.

Ménage à trois 

Quem não conhece a expressão? E quem em conversa com as amigas nunca o mencionou? Nós já! Mas passar das palavras para a acção é um passo grande e ousado. Acho que uma das primeiras questões que se coloca é com qual sexo? As mulheres têm tendência a escolher homem e os homens a escolher mulher. Mas será realmente assim? Será que a mulher não sente curiosidade em se ver e em estar com outra mulher? E para os homens, será o mesmo? Será para muitos uma fantasia oculta?

Swing 

Caracteriza-se pela troca de parceiros entre dois ou mais casais, que abraçam esta experiência com o objectivo de estimular a sua vida sexual. Existem 2 tipos de swing: o soft, onde não há penetração, só carícias e o full swing, em que se concretiza a relação sexual. Quem pratica defende que enriquece a relação, pois a confiança é a base e no swing é fortemente estimulada. E sabiam que existem casas de swing? E em Portugal? Já contam cerca de 25…

BDSM 

Basicamente caracteriza-se em comportamentos de carácter sexual onde os papeis de dominador e submisso estão fortemente definidos e onde Bondage (prática de amarrar), Disciplina, Submissão, Dominação e também Sadomasoquismo são palavras (acções) de ordem.
- ...


Tal como nos brinquedos, as brincadeiras e experiências sexuais poderão ser múltiplas e diversificadas. Contudo por si só não são proveitosos, penso que a disponibilidade e imaginação são essenciais, mas acima de tudo é o saber o que nos excita! Sabê-lo é fundamental, assim como ter empatia sexual com o parceiro. A sua cumplicidade é fulcral para a nossa satisfação sexual.

Apesar de reconhecer a minha limitação no assunto e dos conteúdos expostos confesso que estes serviram como rastilho em ascensão para a minha chama interna... Deu-me prazer em estudá-los e, em alguns casos experimentá-los.

Be Happy
Maria

  • Partilha:

Poderás também gostar

7 comentários

  1. Que post brutal. Uma pessoa só de ler fica logo entusiasmada ehehe há coisas que conhecia, outras que nem tanto. Obrigada pela partilha :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! Às vezes é bom variar, e mesmo que algumas sugestões sejam ousadas para nós, podem servir de inspiração... 😏 Beijinhos

      Eliminar
  2. Atrevi-me! 😊

    Muito interessante e... atrevido!
    Antes de mais nada há que ter muita confiança e um à vontade muito grande com o parceiro/a...

    Fica bem!
    Beijinhos
    Liliana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida!! Essa é a parte essencial! E quando é uma nova experiência para os dois isso é fulcral e pode tornar--se numa experiência única e memorável... Obrigada. Beijinhos...

      Eliminar
  3. Interessante. Ando a ler mais sobre o poder da sexualidade apoiado na espiritualidade: o tantra. E tenho lido coisas incriveis. Mas também me tenho apercebido que tenho muitos bloqueios e timidez

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpa, só agora responder... Tema interessante : a espiritualidade e o tantra na sexualidade... Fiquei curiosa. Beijinhos

      Eliminar
  4. Também tenho muitos bloqueios... Mas a intimidade emocional com o parceiro é o segredo 😉

    ResponderEliminar