Manifesto anti-pessoas irritantes. Basta PUM basta!

Por Anouk - junho 07, 2020

manifesto anti-pessoas irritantes - tropa do batom

Não quero fazer aqui nenhum "Manifesto Anti-Dantas"... apenas uma ligeira introdução, inspirada em formas de estar que me tiram do sério. PIM!

Todos nós somos diferentes e é isso que faz de nós únicos. Não me vou posicionar como um anjinho (até porque isso não tem graça nenhuma), mas há personalidades que têm tendência a irritar-me mais do que outras. Simplesmente porque chocam bastante com a minha!

A verdade é que as características abaixo são algumas das que mais me tiram do sério. Especialmente se se concentrarem em quantidade numa só pessoa. Se alguém possuir mais do que 2/3 destas características, então a probabilidade de ir parar à minha lista negra é mesmo muito alta.

Já alguma vez pensaram nisto? Quais são as características alheias que mais vos irritam? Juntem-se a mim e deitem tudo cá para fora! Vamos lá a um momento tricot colectivo! PIM!

Nota: Se não percebeste estes "PIM" no meio do texto, sugiro que leias do Manifesto Anti-Dantas, de Almada Negreiros :) . 

1. Pessoas que te viram meia dúzia de vezes e querem tratar-te como se fôssemos "famiglia"

Não suporto! Felizmente tenho amigos e amigas de duas e três décadas (bem sei que sou uma felizarda nesse aspecto, mas acredito que também eles são felizardos em me terem na sua vida - ihih ) e esses, sim, além de melhores amigos, são família. Porque são família. Podem não ser família de "sangue", mas são pessoas que sempre lá estiveram ao longo do tempo e com quem pude contar quando precisei (uns mais, outros menos, naturalmente, mas a vida também é assim). São a família que eu escolhi e que me escolheu de volta.

2. Pessoas que não nos deixam falar

Imaginem um jantar de amigos com muitas pessoas à mesa... Estão a ver aquela personagem que não pára de falar de tudo e mais alguma coisa: Seja da criancinha que fez esta ou outra habilidade (mega comum e nada extraordinária), do tempo ou de outra coisa qualquer desinteressante, e que não se cala durante o jantar inteiro, monopolizando o tempo de todos? Não suporto! Se eu quiser assistir a um monólogo, vou ao teatro e não a um jantar com amigos. Se eu vou jantar com amigos é porque quero socializar, e socializar pressupõe partilhar. Não é só ouvir. Pessoas dos monólogos: façam um favor aos demais e calai-vos! Como diz a Snow, o Silêncio às vezes fala mais do que palavras (se ainda não leram o poema dela, espreitem) :)

3. Pessoas que se estão sempre a queixar

"O meu emprego é mau", "O meu chefe é chato", "Ganho pouco", "Dói-me aqui e ali".... QUE NERVOS!!! As dores ainda consigo deixar passar, porque é algo que é obviamente difícil ultrapassar, mas conversas de empregos mal pagos e similares é algo que não suporto. Não suporto porque a maior parte das pessoas que começam estas conversas só se queixam e quando perguntamos se já começaram a enviar CVs a resposta é sempre: "Não!". Ou seja, são pessoas que geralmente nada fazem para mudar. Epá.. estás mal? Muda-te! Se é fácil... não! Mas com esforço e dedicação, todos conseguem fazê-lo. Basta ter força de vontade e ser persistente! Por isso, deixem-se de queixumes e ponham mãos à obra! É como diz a letra: "Muda de vida, se tu não vives satisfeito..."

4. Pessoas que acham que sabem tudo

Aquelas pessoas que ouviram dizer algo numa conversa de café e começam a afincar pé sobre o "diz que disse"? Ou aquelas pessoas que têm uma opinião muito vincada sobre tudo e mais alguma coisa, mesmo quando são confrontados com uma visão diferente (igualmente lógica), mas que batem pé a dizer que eles é que sabem? Se és assim, para mim levas um "XAU"! A vida é demasiado curta para viver com palas nos olhos. Há que saber ouvir outros factos e opiniões. E na dúvida sobre alguma coisa, que venha o Google a nós :)

5. Pessoas que dizem coisas porque parece bem

Estão a ver aquele pessoal que, no final de um jantar, diz: "O próximo é em minha casa" ou "A ver se combinamos..." quando tu já sabes que nada daquilo está perto da verdade? Isso tira-me do sério. Não percebo esta necessidade que as pessoas têm de dizer coisas por dizer. Epá, não digam. Façam um favor ao mundo e calai-vos. Cerrai la puta boca!

6. Pessoas com visão raio-x

Já alguma vez sentiram que estão a ser monitorizados de alto abaixo por algum tipo de visão que mais parece estar a fazer-vos um raio-x ao corpo inteiro? Não sei se essas pessoas estão a fazer algum tipo de scan à procura de ossos partidos, mas é algo que me irrita imenso! Assim que "topo" isso, levanto logo a minha sobrancelha e lanço logo o meu olhar "raios vermelhos" ("ciclop", à lá X-Men).

7. Pessoas gabarolas

E aqueles que fazem tudo por tudo para nós repararmos em determinadas coisas? Seja um carro topo de gama, um relógio xpto, ou uma calça da marca Dolce & Gabanna.... ARRR, que nervos!! Dá-me logo vontade de mostrar as etiquetas das coisas que tenho do chinês, e friso sempre que fiz um excelente negócio, porque gastei pouco. Visto logo uma capa "varina". Enfim... pessoas sem auto-estima que acham que têm que se esconder atrás dos seus objetos de valor para mostrarem algum valor. Na maior parte dos casos, os objetos valem mais do que as pessoas (quase sempre).

8. Pessoas "marionete"

"O meu marido diz que....", "O meu namorado acha que..." "O meu sogro, bla, bla bla". Pessoas.. ganhem a vossa própria personalidade, para que possam contribuir com algo realmente vosso. Não sejam marionetes e ganhem opinião vossa! Não falem pelos outros, mas sim, por vocês. Ganhem a vossa própria voz!

9. Pessoas que se "colam"

Imagina que estás num grupo grande com várias pessoas... Por acaso, nesse grupo tens lá pessoas com quem tens uma maior afinidade/proximidade e até calha combinares nessa mesma ocasião qualquer coisa para fazerem juntos. E alguém, que não foi convidado e não estava sequer na conversa, simplesmente cola-se à cara-podre. Not cool!


Achas que me esqueci de algum tipo de pessoa hiper mega irritante, que devia mesmo estar aqui? Conta-me tudo! PIM.

Até já,
Anouk

  • Partilha:

Poderás também gostar

6 comentários

  1. Pessoas que se queixam constantemente tiram-me do sério. Temos ainda pessoas com ideias extremistas que não aceitam a opinião dos outros, pessoas inconvenientes e por aí fora... ah cada vez gosto mais de animais :-P.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hmmm, pessoas que não aceitam a opinião dos outros acho que entra no ponto 4 (das que sabem tudo). Inconvenientes não vou comentar porque já me aconteceu algumas vezes sem querer (acho que faço parte desse pack. Ups!) 😂 . Também adoro animais e deles sabemos sempre o que esperar 😜

      Eliminar
  2. Olá Anouk,

    Acho que, no geral, está tudo.
    Agora imagina o nr. 2, durante uma caminhada de 3 horas. Os maridos foram fazer uma prova de BTT e ficam as esposas com as crianças na caminhada. O que eu sofri! Ninguém merece! Foi primeira e última vez.

    Fica bem!
    Beijinhos
    Liliana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahah. Ninguém merece MESMO. 3h é muito tempo (grande seca 😉). Beijinhos.

      Eliminar
  3. Ish... o 3 e o 8 é o que mais me cerca. Seja em amigos ou em trabalho... e tem sido muito dificil não despertar o meu pior lado. Eu sim dou por mim a ser gabarolas, arrogante e a pensar "mata-te".
    Mas há um tipo de pessoas que supera isso tudo: ambipur. As que sopram para o lado o dia todo como se existir fosse um fardo! Não suporto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahah. Pessoas ambipur é Top, top! Mesmo!! Ahahah. Adorei a designação 😂

      Eliminar