Tentar engravidar aos 41!

Por Carolina - abril 29, 2021

engravidar aos 41

Na sequência do último post da Snow, que me inspirou, acho que a primeira vez que me apercebi que gostava de bebés tinha uns 6 anos. A minha vizinha do lado tinha tido um bebé e convidavam-me para ir lá brincar com ele. E eu adorava mudar-lhe as fraldas (yahh...! eu sei...) e brincar com aquela coisinha pequenina que me dava imensos sorrisos. Quando chorava era hora de ir para casa.

Isto para dizer que sempre quis ter filhos, desde cedo. Mas a minha vida deu muitas voltas e os planos de ser mãe foram ficando adiados. A minha prioridade era a minha condição financeira, viajar, conhecer novas culturas, modas, estudar, e sei lá, sempre fui um bocado nómada, nunca me senti preparada, seriamente, quer emocionalmente, quer financeiramente para ter filhos. Ou também pode ter sido falta de oportunidade. Se tivesse tido uma vida mais estável mais cedo, talvez as coisas tivessem acontecido de forma diferente.

A minha família, neste momento, já desistiu de me perguntar: "Então e bebés?". Já devem pensar: "é melhor não perguntar mais, pode haver algum problema...". Talvez... não sei... sei que não perguntam há uns tempos.

Aos 41, estamos preparados e queremos dar o passo de trazer um bebé ao mundo :)

Quando expresso esta minha vontade a primeira questão que me dizem é: "Que idade tens?... Ahhh pois...", "Tens de ter cuidado, depois dos 35...", "...cuidado...", "uiii... mais de 40...", "mãe geriátrica" (say whaaa? de todo! sinto-me com 30 anos ainda)... E sabem aquela "expressão" que é se faz a soprar para dentro? Também tenho dessas, e depois silêncio. Mas também tive algumas pessoas que ficaram entusiasmadas e excitadas com o facto de que iriam ter um bebé na "família". E é nessas que me tento focar. Mas nem sempre é fácil, com stresses do trabalho, do dia a dia e com, os tais, 41! Há bastante pressão pessoal: - 'e se não conseguir?'; "41"; "estamos velhos"; "vamos ser pais/avós?"; "e se não tenho óvulos suficientes?"; "e se não acontece?" AHHH! São muitos os pensamentos que me passam pela cabeça.

Já estamos a tentar há uns 2 meses, mas tenho aprendido imensa coisa e continuo a aprender, coisas como: dias específicos de ovulação (janela fertilizante), que todas podemos ter os nossos dias específicos diferentes de ovulação, medição da temperatura, muco ovulação, sangramento de implantação, e muito mais.
  
Isto tudo porque nunca me aconteceu engravidar sem querer e já apanhei alguns sustos, mas nunca aconteceu; também porque tenho 41!; porque uma das ultimas pessoas próximas a ter bebé teve alguma dificuldade e me aconselhou e bem a usar estas medidas todas; a infertilidade é uma realidade; e, porque, o pinar todos os dias não é muito realista, quando há imenso stress, trabalho e cansaço. Sendo assim, achei que medir tudo e ser 'calculista' em relação à fertilidade seria a melhor opção por agora... Pode vir-se a provar que não. Enfim, faço figas para que tudo corra bem e para a frente é que é Lisboa!

Tenho usado:

1 - Vitaminas da Pregnacare Pre-Natal, mas há imensas de outras marcas

2 - Vitaminas que tenham Zinco

3 - Apps que me ajudam a controlar tudo, saber mais sobre tudo relacionado com a fertilidade, fóruns para partilhar experiencias com outras mulheres que estão na mesma situação, que já tiveram bebe, que recorreram a IVF, aborto, tudo o que se possa pensar até mesmo posições sexuais, etc.

4 - Testes de controlo de fertilidade, que ajudam a saber quando, no nosso, ciclo, estamos férteis.

Mas basicamente a receita é fazer 'o amor', relaxar e deixar as coisas acontecerem. We'll see.

Falem-me as vossas experiências.

Beijinhos

Carolina

x




PS. TTC= trying to conceive/ tentar engravidar

Photo by Camylla Battani on Unsplash

  • Partilha:

Poderás também gostar

7 comentários

  1. Tal e qual,mas com 42!
    Vamos aguardando com serenidade!
    Obrigada pelo testemunho!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Olá Lena, obrigada pelo teu comentário. É muito saber que há alguém que nos lê e que se identifica com este post, porque também me ajuda a mim :). Também fazes os testes de fertilidade? E contas os dias etc etc? Já consideraste em IVF? Beijinhos e obrigada por leres.

    ResponderEliminar
  3. Verifique se as vitaminas têm ácido fólico. Fundamental para formação do cordão neural e que mts vezes já está formado qdo nos apercebemos que engravidámos... e faça análises. Hipotiroidismo é causa de alguns abortos e é importante não ter carência de vitamina D. E quase todos temos hoje em dia... boa sorte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Margarida! Obrigada pela sua mensagem! Eu estou a tomar multivitaminas, que inclui vitamina D e tomo uma outra só com acido fólico. Vou fazer análises, tenho estado a adiar, mas talvez já seja altura de marcar! Obrigada 🙏🏻 novamente pela sua intervenção!

      Eliminar
  4. Olá Carolina, atualmente tenho 41 anos, mas já estou a tentar desde os 38 anos... Comecei assim tentando o amor, mas nada.. Aconselharam-me uma consulta especializada em reprodução humana, fiz uma data de análises, e uma especifica hormona-antimulleriana... Os níveis eram abaixo do parâmetro normal... 0.6... O médico que me seguia disse que com este valor eu provavelmente teria de realizar uma estimulação hormonal, para uma FIV... E assim foi o que fiz, à primeira tentativa, eram tantas as injeções que me confundi... E o tramento ficou pelo caminho. À segunda tentativa, correu tudo bem, mas só tive um folículo e decidi não avançar... À terceira, o tratamento correu muito bem, consegui 10 folículos, fiz a punção dos folículos e foram colhidos 3 óvulos. Após a Fertilização in Vitro consegui 3 embriões, 2 foram transferidos para o útero, tive nidificação, fiz o beta e deu um resultado positivo, mas infelizmente passados uns dias fiz novo teste e perdi a esperança.. O resultado reverteu para um negativo... Resta-me um embrião criopreservado, não sei se será desta, mas fiz e estou a fazer tudo o que está ao meu alcance... �� Boa sorte

    ResponderEliminar
  5. Olá, obrigada pela tua partilha. Ás vezes pode ser frustrante, mas a palavra de ordem é não desistir, como diz uma amiga minha. Ouvi também uma história de alguém que, com óvulos de doadora, conseguiu engravidar aos 48!! Eu espero que consigas engravidas com o teu embrião, desejo-te toda a sorte do mundo e faço figas!! Já pensaste, como plano B, obter óvulos de doadora? Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. �� Grata Carolina, neste momento aguardo uma histeroscopia para ver se o endometrio está bem ��... Porque para além de tudo o que se passou, há ainda uma outra situação, que é a reincidência de um polipo... O pestinho insiste em voltar, e isso também pode influenciar na gestação... O meu objetivo é voltar a praticar exercício físico, continuar a ter uma alimentação saudável, continuar a tomar o complexo vitaminico pré natal, hidratar e meditar �� O meu plano B se a transferência não der certo, quero voltar a fazer o tratamento, se não resultar, resta-me pensar que nem todas as mulheres vieram ao mundo para serem mães. Quanto a usar um óvulo de uma dadora, fico muito feliz por saber que a tua amiga conseguiu dessa forma �� Pois o voluntariado será o plano C �� Gosto de ajudar e prezo pelo bem estar do próximo �� o mundo está cheio de possibilidades, é só mudarmos o foco e seguir em frente. Estar vivo é uma dádiva e somos felizardos por podermos apreciar a beleza que nos rodeia e envolve �� beijo grande

    ResponderEliminar