Pão por Deus ou Halloween?

Por Maria - outubro 23, 2020



Em criança pedi Pão por Deus... agora, enquanto mãe festejo Halloween! E esta hein?

Retrocedendo cerca de uns 30 anos tenho vagas memórias de acordar cedo no dia de todos os Santos, de tomar banho, vestir uma roupa toda "lirú" e com um saquinho do pão bordado ir com o meu bando habitual (primos, primas, vizinhos e afins) saltando de porta em porta pedindo o pão por Deus...

Sei que todos juntos entoávamos uma melodia qualquer, mas por mais que puxe os cordelinhos da memória não consigo descodificar... mas recordo-me que antes de nos lançarmos nesta missão tínhamos uns minutinhos de ensaio. Era um verso qualquer coisa como: tia... tiazinha... ... ...- esperem vou pesquisar.

Encontrei!

Ó tia, dá Pão por Deus? Se não o tem, Dê-lhe Deus!

Pão por Deus, fiel de Deus, pão no saco, andai com Deus...

Era isto mesmo! Como eu gostava destas andanças e, principalmente de ir vendo o que ia juntando no saco e o respetivo festim no final. Sei que era um pouco similar ao que conhecemos do halloween, e em vez das travessuras (quando se recusam dar algo) nós chamávamos nomes, rogávamos pragas e saíamos todos a correr.. eh eh

Lembro-me da minha mãe contar que o Pão por Deus servia para ajudar os mais pobres (onde, acho que estava incluída) e que surgiu após o grande terramoto de Lisboa em 1755,em que muitas famílias ficaram sem nada, sem bens, sem comida, sem casa. E como os adultos estavam a trabalhar no processo de recuperação dos destroços, as crianças estavam disponíveis para fazer um peditório de bens essenciais, principalmente comida, levando consigo apenas um saco. E assim surgiu hábito de pedir às casas próximas bens alimentícios. A tradição do Pão por Deus como a conheço. Muitos mantinham a mesa posta durante todo o dia com comida e bebidas e abriam a porta das suas casas para os mais necessitados.

Mas também já ouvi outras versões, por exemplo: que por ser dia de todos os Santos e véspera dos finados era feita uma recolha de alimentos para honrar os Santos e os que já partiram. Inclusive também me recordo, que no dia de Todos os Santos ia ao cemitério limpar as campas, por flores novas e acender uma velinha pela alma do mortos da família. Acho que na minha família fazíamos os dois...

Memórias à parte, esta tradição foi crescendo pelo país, sofrendo pequenas alterações de acordo com a região onde era implementada, mas mantendo o seu principal propósito: dar aos mais necessitados ajuda alimentar e às crianças algo que não seja habitual no seu dia a dia: uma dose extra de gulusices...

Agora, acho que se está a perder e a ser substituída pelo Halloween :(

Quando ouvi falar pela 1ª vez de halloween acho que foi no filme ET e posteriormente nas aulas de inglês, onde foi explicada essa tradição - o reencontro/homenagem aos mortos. Mas sempre festejei o Pão por Deus e não o Halloween e agora tenho uma miúda de 9 anos cá em casa que só vive o Halloween. Eu ainda tentei explicar e fomentar o Pão por Deus à minha filha e cheguei a ir de manhã pedir, mas já nem os Portugueses estão preparados para tal pois, quem me abria a porta ficava surpreendido e dava-me o resto dos doces do Halloween da noite anterior.

A verdade é que a concorrência do Halloween é feroz e começa logo na escola e nas lojas então nem se fala... E confesso! Como se costuma dizer: se não podes com eles junta-te! E acabei por ceder ao entusiasmo da minha filha em se mascarar e ir à noite de porta em porta pedir guloseimas...e já não dispenso enfeitar a casa de forma assustadora, de mascarar as piolhas e eu também ;) E até já converti o meu companheiro e alguns amigos...

Eu sei!!! Também estou a "matar" o Pão por Deus, mas, este ano, estou a pensar seriamente, aproveitando a fase que passamos, em não festejar o Halloween e dar mais relevância ao Pão por Deus... pelo menos cá em casa... Vou recuperar a tradição do Pão por Deus! Vou fazer o bolo que normalmente os padrinhos oferecem aos afilhados (o santoro -irei partilhar a receita posteriormente) e vou deixar a minha mesa posta com comida e bebida para quem se quiser servir... tal como nos velhos tempos... Vou tentar reviver a tradição da minha família... a tradição de todos de nós, a tradição Portuguesa! Uma tradição que simboliza a solidariedade, compaixão e humanidade, algo que ultimamente tem estado adormecida.

E tu? Acompanhas-me neste desafio?

Eu vou deixar a mesa posta! Deixa tu também e manda-me uma foto

Beijos

Be Happy,

Maria

  • Partilha:

Poderás também gostar

4 comentários

  1. Na minha familia nunca houve essa tradição, penso que já se tinha perdido nos meios urbanos. Bem, este ano não faz de todo sentido andarem de porta em porta, pelos motivos obvios, mas quem quer assinalar a data, faz bem em faze-lo em casa.

    Bjs
    Coisas de Feltro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo totalmente... E como disse, este ano não há Halloween cá em casa... Apenas o Pão por Deus...de forma simbólica onde irei reforçar o seu sentido com os meus... Beijinhos e um feliz Pão por Deus 😘

      Eliminar
  2. Olá Maria, que giro teres crescido com essa tradição, não sabia. Eu acabo, por ser mais urbana. Claro que me lembro da minha avó falar no pão por Deus e a minha mãe dizer que o Halloween "isso é dos Americanos". Então acho que cresci a celebrar o Halloween nas aulas de Inglês (provavelmente contigo) e o Pão por Deus ser uma "coisa que antes se fazia, mas já ninguém faz". Mas tens razão devemos reavivar estas coisas que são nossas, faz mais sentido. E lá estarei na tua casa para um Santoro-Rei e um copinho de vinho (nem que seja por whatsapp) :D. Beijooooossss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida Carolina, será um prazer dividir o meu Santorinho contigo... Realmente é triste as nossas tradições se perderem ao longo do tempo e pior, adoptarmos outras que nada nos dizem, só por serem "mais giras"... Acho que esta minha "luta" também tem a ver com a idade... pois com o nossos crescimento emocional relembramos coisas com alguma nostalgia e que agora fazem tão mais sentido celebrá-las... beijinho... Ah, e espreita a receita dos mini-santoros, pois já está publicacda. ;)

      Eliminar