Está decidido! Vou para norte, sul, este ou oeste? Ahhhh

Por Carolina - outubro 12, 2020



Olá gajas boas!

Depois de quase duas semanas de mimos de família, amigos e comida, eis que estou de volta a terras de sua Majestade e... de quarentena!

Não me importo ficar de quarentena, é um bónus trabalhar de casa. Gosto! Não ter que ver o meu chefe, ou a minha colega ou lidar com as distrações do escritório, enfim, é um privilégio.

Estou, a notar, que de dia para dia, cada vez mais, existe uma acentuada vontade de voltar para Portugal. 

É daquelas vontades que eu já pensei que fosse passar. "Assim que eu mate saudades da família e dos amigos, vou querer voltar novamente para a minha casinha, o meu trabalho, a minha rotina...". Mas não, esta vontade, que chegou a ser necessidade há uns anos atrás de sentir Londres, desapareceu. E, tornou-se numa vontade intrínseca de ficar, quando vou de férias, e de quando volto à minha casa (permanente), é estranho continuar com o pensamento em Portugal.

E, considero-me um bocado cigana, nunca consigo, "assentar" num sítio. Talvez necessite deste movimento, talvez em procura de felicidade genuína, alguma realização pessoal que ainda não encontrei e que me faz pensar que ainda não é aqui. Mas não o faço conscientemente, decido e vou! E nunca me arrependo porque cada sítio onde vivo, tenho explorado até ter a certeza que já tirei todo o partido que poderia tirar. E fico contente pela nova fase a explorar! Tenho aproveitado muito e bem!

Quero voltar a Portugal! Está decidido, E o que me impede?

1. Trabalho 

 Como me vou aguentar com 700 euros por mês? Habituada a um salário que me permite fazer o que quero sem ter de olhar à carteira? 

2. Trabalho

Como vou arranjar um trabalho que quero, que me dê estabilidade financeira e alguma realização profissional? Especialmente na área do imobiliário. Nenhuma das empresas que contatei e que me entrevistaram, estariam dispostas a oferecerem algo que eu considere estável financeiramente.

3. Trabalho

Sim, falo inglês fluente, isso é uma mais valia? Abrir uma empresa? Talvez... 

4. Sistema financeiro

Há sempre enganos, há sempre erros, há sempre muita burocracia. Mas confesso que não é totalmente importante.

5. Medo

Tenho medo de arriscar. Já estou farta de mudança. Já não sou tão aventureira como era. Ter de me adaptar a uma "nova" realidade, à qual já não estou habituada, há quase 9 anos. Será que me adapto? Será que consigo? Será que é a decisão correta? E os "Good morning, darling!"; "Bacon buttys"; "Sunday roasts", etc Será que é um Adeus para sempre? Ahhh, e depois, não nos esqueçamos que no meio disto tudo, estamos no meio duma pandemia... que nem acho ser muito importante (lol); o brexit até ajuda.

No fundo, tem sido das experiências mais enriquecedoras da minha vida. É um terminar de um capítulo gigante!


Estes são os meus dilemas.

Conhecem alguém com estes dilemas? Partilhem caso conheçam, ou se desconfiam que conhecem. Adorava conhecer outras opiniões de quem já o fez, ou está a passar por esta situação.

Já agora, se conhecerem empregadores, estou disponível para entrevistas. Falo bem inglês e gosto de casas.

Obrigada por lerem.

Beijões

Carolina
x



Photo by Nicole Wilcox on Unsplash

  • Partilha:

Poderás também gostar

0 comentários